quarta-feira, 15 de março de 2017

Pezão desiste de indicar Solange Almeida para secretaria ao saber de condenação

Ex-prefeita de Rio Bonito e ré na Lava Jato já foi condenada em segunda instância por improbidade administrativa.


Com nomeação de aliada, Pezão poderia livrar Cunha de Moro.
O DIA

Rio - O governador Luiz Fernando Pezão voltou atrás e desistiu de nomear Solange Pereira de Almeida, ré na Operação Lava Jato, para a Secretaria de Estado de Proteção e Apoio à Mulher e ao Idoso. O Ministério Público Federal informou ao governador que Solange, que é ex-deputada federal pelo PMDB e ex-prefeita de Rio Bonito, já foi condenada em segunda instância por improbidade administrativa.

Ao justificar a nomeação de Solange Almeida, aliada do ex-presidente da Câmara Eduardo Cunha, o governador argumentou que não havia condenações contra ela, apenas investigações. "É uma pessoa que trabalha comigo dentro da Associação de Prefeitos, que eu já tinha chamado desde que era vice-governador. Quanto à questão de estar respondendo a processo, eu também estou. Assim como eu, ela tem o direito de se defender. Enquanto não está condenada, pode ajudar muito na administração", afirmou o governador na segunda-feira. A perda do efeito da nomeação será publicada no Diário Oficial desta quarta-feira. O novo titular da secretaria será nomeado em breve.

http://odia.ig.com.br