quarta-feira, 29 de março de 2017

Crea-RJ diz que Ciclovia Tim Maia não apresenta condições de segurança

Conselho apresentou laudo final sobre a queda da ciclovia, 
que deixou dois mortos em abril do ano passado.


Acidente na Ciclovia Tim Maia deixou dois mortos em abril de 2016.
O DIA

Rio - Após quase um ano do acidente que deixou duas pessoas mortas, o Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do Rio de Janeiro (Crea-RJ) apresentou o laudo final sobre a queda da Ciclovia Tim Maia. No dia 21 de abril do ano passado, um trecho na Avenida Niemeyer, em São Conrado, despencou. Segundo o estudo, divulgado nesta terça-feira, havia falhas com pontos de corrosão na estrutura da ciclovia. O documento recomenda uma revisão do projeto executivo da obra, inclusive com uma análise mais detalhada dos fenômenos naturais que atingem a ciclovia. O Crea pediu ainda que o local seja fechado preventivamente no período de ressacas, entre os meses de abril e agosto. De acordo com o Crea, os peritos constataram sinais de fratura no trecho do acidente, onde a estrutura foi refeita. O conselho explicou também que as laterais do tabuleiro da ciclovia estão com muitas irregularidades e pontos de corrosão. Com isso, a segurança da estrutura fica prejudicada. (a obra teve um custo de R$ 44.000.000,00).

O trecho de 22,6 metros da Ciclovia Tim Maia, que liga Ipanema a São Conrado, foi recuperado pelo consórcio Contemat/Concrejato, responsável pela obra original. A área interditada fica na altura da Gruta da Imprensa. Segundo a Secretaria Municipal de Obras (SMO), para evitar novo acidente, a solução adotada foi a reconstrução de três pilares, ancorados na rocha, seguindo as análises da Coppe e do Instituto Nacional de Pesquisas Hidroviárias (INPH).

http://odia.ig.com.br