terça-feira, 31 de janeiro de 2017

Jovem tira 1° lugar para curso de engenharia química da UFBA

Nota de estudante da Bahia foi 765,59; ela foi classificada pelo Sisu.
Candidatas relatam dificuldades e superação para chegar à universidade.


Do G1 BA, 
com informações da TV Bahia

A estudante da Bahia, Luana Queiroz, foi aprovada para o curso de engenharia química da Universidade Federal da Bahia (UFBA) pelo Sistema de Seleção Unificada (Sisu). A nota da estudante no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) foi 765,59, a mesma da nota de corte do sistema. Para fazer o Enem, primeiro foi um ano inteiro de estudos, depois chegou a hora das provas. Ao sair a pontuação, foi preciso se inscrever no curso desejado pelo Sisu e, novamente, esperar pelo resultado. A cada etapa mais ansiedade. "Foram dias de muito nervosismo, olhando todo dia no aplicativo do Sisu para ver se a nota ainda dava para passar", revelou. Luana falou também sobre a reação que teve assim que soube da aprovação. "Eu comecei a chorar. Na mesma hora eu fui correndo ligar para meu pai, falar com minha mãe. Foi uma sensação de alívio. Um ano todo de estudos, de abdicar de fim de semana, de festas, foi recompensado", comemora.

Ver o sucesso da filha deu o sentimento de missão cumprida para a professora Adriana Queiroz. "Eu sempre disse a ela que escolhesse uma profissão que queria e lutasse por isso, se não fosse agora, futuramente", disse.

Dedicação
A estudante Maria Flores também foi aprovada na UFBA e está radiante por ter garantido uma das 50 vagas no bacharelado interdisciplinar de humanidades. Esforço e dedicação de um ano inteiro que valeram a pena. "Me emocionei, chorei. É maravilhoso, você tira um peso das costas", revelou Maria. Tânia Flores, mãe de Maria, além da ansiedade, também precisou lidar com a saudade.


Há um ano, a jovem saiu de casa, em Jacobina, no norte da Bahia, para estudar em Salvador. "Foi um ano difícil para mim porque ela veio pra cá [Salvador], fiquei muito preocupada com ela, mas ela sempre foi muito disciplinada, estudiosa. Então, eu sabia que ela ia passar porque ela se dedicou muito durante o ano todo".

http://g1.globo.com/