quarta-feira, 3 de agosto de 2016

'Le Parisien' classifica Rio como "cidade de duas caras"

Reportagem diz que a cidade está sem identidade
 entre belezas naturais e insegurança.


Jornal do Brasil

Matéria publicada nesta quarta-feira (3) pelo jornal francês Le Parisien fala sobre o clima do Rio de Janeiro a apenas dois dias da abertura dos Jogos Olímpicos. A reportagem do diário francês conta que a capital fluminense vive uma crise de identidade, entre belezas naturais e insegurança, o destaque que recebe ao sediar a Olimpíada e a revolta com as falhas na organização do evento. A publicação intitulada "Rio em modo Jogos Olímpicos" diz que em dois dias, o coração do planeta vibrará em ritmo de samba ou bossa nova, apesar dos problemas políticos, econômicos, de segurança e sanitários.

O diário classifica o Rio de Janeiro como "uma cidade de duas caras", que vive "uma crise de identidade". Uma capital exuberante, com montanha, floresta e praia, que não foi batizada de "Cidade Maravilhosa" á toa. Ao mesmo tempo, o Rio de Janeiro também é uma das cidades mais perigosas do mundo, onde gangues armadas protagonizam uma guerra aberta, regada a uma violenta repressão policial, acrescenta o Le Parisien.

A principal vítima dessa situação, na opinião do jornal, é a população das comunidades. O noticiário também fala do duplo sentimento da população carioca ao acolher a competição esportiva mais importante do mundo, e lidar com as críticas sobre as falhas na organização do evento.

http://www.jb.com.br/