terça-feira, 5 de julho de 2016

Vídeo mostra momento em que grupo joga pedras e tenta invadir Alerj

Funcionários passaram mal por causa de um gás 
lançado durante o tumulto, na tarde da segunda-feira.


Grupo quebra portas e luminárias ao tentar invadir prédio da Alerj.
MARINA ROCHA

Rio - Um vídeo mostra o momento em que um grupo tentou invadir o prédio da Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj), na tarde da segunda-feira. Segundo nota divulgada pela assessoria de imprensa da Alerj, cerca de 30 jovens estudantes da rede pública de ensino tentaram invadir o Palácio Tiradentes no fim da tarde. Eles foram impedidos de entrar pelos seguranças, mas agiram com violência e chegaram a danificar portões, luminárias e janelas do prédio. Ninguém ficou ferido, mas segundo relatos de funcionários da Casa, muitas pessoas passaram mal por conta do gás de pimenta utilizado pela segurança e tiveram que deixar o prédio. Nem a PM, nem a Alerj souberam informar a causa do tumulto. A Alerj informou que não havia nenhuma reunião ou plenária no momento da ação. Depois de apedrejarem a Casa, os estudantes fugiram em direção à estação das Barcas, na Praça 15. Policiais do 5º BPM (Praça da Harmonia) foram chamados e estiveram no local, mas ninguém foi detido.

Um funcionário que estava no local disse que foi tudo muito rápido. No momento em que o grupo tentou invadir o prédio, os funcionários estavam organizando o velório da escritora Dalva Lazaroni, de 70 anos, ex-vereadora de Duque de Caxias e mãe do deputado estadual André Lazaroni (PMDB). Ela morreu na manhã da segunda-feira. O corpo de Dalva será enterrado nesta terça-feira, no Cemitério São João Batista.

Manifestação de novo nesta terça-feira
Coletivos populares vão se reunir nesta terça-feira, às 17:00hs., para a manifestação Calamidade Olímpica, em frente à Alerj. A exato um mês do início dos Jogos, eles vão protestar contra a falta de investimento em serviços básicos do Estado do Rio. “É ciclovia que cai, servidor que não é pago, aposentadoria que não chega nunca. O sistema de saúde cada vez mais precário, trânsito engarrafado pra tudo que é lado, caos! Tem dinheiro para financiar megaevento, enquanto atrasa salários de servidores e corta serviços básicos para a população”, escreveu o organizador do evento no Facebook. Na página, mais de mil pessoas confirmaram presença e outras 2 mil disseram ter interesse em participar do ato. Entre os movimentos presentes estarão Comitê Popular da Copa e Olimpíadas do Rio de Janeiro, Frente Povo Sem Medo e Nada deve Parecer Impossível de Mudar.



http://odia.ig.com.br/