terça-feira, 26 de julho de 2016

Servidores do Inca protestam contra redução no salário e VLT é interrompido

Funcionários do instituto protestaram contra redução de 
40% no vencimento e iniciaram greve na segunda-feira.


Servidores do Inca protestaram pelas ruas do Centro na 
segunda-feira. Eles entraram em greve por tempo indeterminado.
Foto: Paulo Carneiro / Parceiro / Agência O Dia
O DIA

Rio - Um protesto de servidores do Instituto Nacional do Câncer (Inca) parou por cerca de 15 minutos a circulação do VLT, no Centro do Rio, na manhã de segunda-feira. Os funcionários iniciaram uma greve no instituto hoje por conta da redução de 40% no salário, causada pelo corte extinção da Gratificação por Qualificação (GQ) para técnicos da carreira de Ciência e Tecnologia (C&T), segundo o sindicato da categoria. De acordo com a Secretaria Municipal de Transportes e concessionária do VLT Carioca, o serviço do VLT ficou paralisado entre 09:50hs., e 10:05hs., no trecho do Aeroporto Santos Dumont até São Bento. Neste período, a operação seguiu provisoriamente da Parada dos Museus até Rodoviária, sendo depois normalizado até o aeroporto.

A greve por tempo indeterminado foi aprovada na última terça-feira durante assembleia da categoria. O grupo fez panfletagem na frente do hospital, na Praça Cruz Vermelha, e depois seguiu em direção ao Centro da cidade em protesto.

http://odia.ig.com.br/