segunda-feira, 8 de fevereiro de 2016

Rui Falcão chama militância contra "cerco criminoso" a Lula

 Falcão conclama a militância a combater a 
"escalada golpista" e o "cerco criminoso" a Lula.

Daiene Cardoso, do Estadão Conteúdo

Brasília - Em artigo publicado nesta segunda-feira, dia 8, no site do PT, o presidente da sigla, Rui Falcão, saiu em defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e acusou a oposição e setores "capturados pela direita" de tentarem o "linchamento político e moral" do petista. "Nunca antes neste País um ex-presidente da República foi tão caluniado, difamado, injuriado e atacado como o companheiro Lula. Inconformado com sua aprovação inédita ao deixar o governo, o consórcio entre a oposição reacionária, a mídia monopolizada e setores do aparelho de Estado capturados pela direita quer convertê-lo em vilão", diz o texto. O dirigente tem feito apelos para que militantes e parlamentares saiam em defesa pública do ex-presidente da República.

Na festa de aniversário do partido, no final do mês, os petistas preparam um ato de desagravo a Lula. Para o presidente do PT, há um esforço para destruir o legado de realizações dos oito anos de governo Lula de forma a inviabilizar uma possível candidatura do ex-presidente em 2018. "A tentativa de linchamento político - e moral - escora-se em denúncias sem provas, como virou moda no País nos últimos meses. Valem versões, não os fatos. O dever da prova não é mais de quem acusa, mas de quem é acusado, delatado, caluniado", completa o artigo, citando em seguida uma frase de Luiz Gonzaga Belluzzo, onde o economista diz que "primeiro aponta-se o criminoso, depois vasculha-se o crime". Falcão ataca a "mídia conservadora" e lamenta que "por mais que as explicações desmintam a farsa ecoada pelos detratores de Lula", a imprensa publica o que, em sua avaliação, é um "massacre de mentiras". "É tarefa da militância e de quem tem compromissos com a democracia combater a escaladas golpista e o cerco criminoso ao Lula. Estou convencido, como já disse em recente inserção do PT na televisão, que, assim, mais uma vez a verdade triunfará sobre a mentira", finaliza Falcão.

http://exame.abril.com.br