quinta-feira, 10 de agosto de 2017

PF comunica ao STF que não há provas contra Aécio no caso Furnas.

Relatório do inquérito foi enviado ao ministro Gilmar Mendes isentando senador de crimes.


PF isentou senador Aécio Neves (PSDB) de crimes no caso Furnas.
ESTADÃO CONTEÚDO

Brasília - A Polícia Federal isentou o senador Aécio Neves (PSDB-MG) no caso Furnas em relatório enviado ao ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal (STF). De acordo com o delegado Alex Levi Resende, não foi possível atestar que senador praticou os crimes que são investigados. Rezende afirma que a PF levou em consideração todas as provas. "A partir do conteúdo das oitivas realizadas e nas demais provas carreadas para os autos, cumpre dizer que não é possível atestar que Aécio Neves da Cunha realizou as condutas criminosas que lhe são imputadas", diz a conclusão do inquérito.

O caso Furnas investiga suposto esquema de propinas no âmbito da estatal de energia. O senador Aécio Neves era investigado por corrupção passiva e lavagem de dinheiro. A defesa do parlamentar emitiu nota dizendo que o relatório comprova a falta de envolvimento de Aécio com os fatos. "A Defesa aguarda a remessa dos autos à PGR e para que, na linha do que concluiu o denso relatório policial, seja requerido o arquivamento do Inquérito, com sua posterior homologação", completa a nota.

http://odia.ig.com.br