quarta-feira, 24 de maio de 2017

PF faz megaoperação contra quadrilha de Fernandinho Beira-Mar

Agentes esperam cumprir 35 mandados de prisão nesta quarta-feira. Ação ocorre em cinco estados.



Fernandinho Beira-Mar está preso desde 2006.
O DIA

Rio - A Polícia Federal realiza, na manhã desta quarta-feira, uma megaoperação contra a quadrilha do traficante Fernandinho Beira-Mar. Até o momento, os agentes já prenderam um irmão e um braço-direito do criminoso. Por volta das 07:00hs., os policiais chegaram a um condomínio de luxo onde vive a irmã do traficante, em Duque de Caxias, na Baixada Fluminense. Contra Alessandra da Costa há um mandado de prisão por organização criminosa e lavagem de dinheiro. De acordo com as investigações, Beira-Mar continuou gerenciando os negócios mesmo já preso na Penitenciária Federal de Porto Velho, em Rondônia. Além do tráfico de drogas, ele controla também as máquinas de caça-níquel, venda de botijões de gás, cesta básica, mototáxi, venda de cigarros e abastecimento de água. Segundo a polícia, as principais áreas de atuação de Beira-Mar são as comunidades Beira-Mar, Parque das Missões e Parque Boavista, todas em Duque de Caxias. Os agentes esperam cumprir 35 mandados de prisão, sendo 22 preventivas e 13 temporárias, 27 de condução coercitiva e 86 de busca e apreensão em cinco estados: Rondônia, Mato Grosso do Sul, Paraíba, Ceará e Distrito Federal.

As investigações começaram após os agentes descobrirem que o traficante coordena a quadrilha por meio de mensagens escritas em papel e por celular. Beira-Mar está preso desde 2006 na penitenciária federal. No ano seguinte de sua prisão, a PF descobriu que ele mantinha o fornecimento de drogas para as comunidades do Rio. Na ocasião, 19 pessoas foram presas.

http://odia.ig.com.br