segunda-feira, 24 de abril de 2017

Idoso volta a enxergar após implante de dente no olho.


Chamado osteo-odonto queratopróteses, o procedimento cirúrgico é realizado em quatro etapas e dura pelo menos três meses Uma cirurgia incomum realizada em um centro médico localizado em Sydney, na Austrália, chamou a atenção após garantir que um idoso voltasse a enxergar. Em entrevista ao jornal Goulburn Post, John Ings, de 72 anos, contou que após contrair herpes, há 16 anos, ele notou que foi perdendo a visão gradativamente. De acordo com ele, o vírus danificou a córnea de seus olhos ao longo de de todos esses anos até que o idoso ficasse cego. Extremamente incomodado com a perda de sua acuidade visual, John decidiu arriscar-se em um procedimento inusitado. Antes dele, esse tipo de tratamento havia sido realizado em apenas um outro paciente, que também obteve sucesso.

Chamada osteo-odonto queratopróteses, a cirurgia é realizada em quatro etapas e é considerada um tratamento extenso. A primeira fase é a extração de um dos dentes do paciente. Em seguida, é feita uma perfuração no meio do dente, onde são inseridas as lentes. Então, o dente é costurado dentro da bochecha do paciente, onde ficará alojado por semanas. Considerando o dente como um ‘corpo estranho’, o organismo reage criando uma rede de vascularização capaz de fazer com que ele se nutra naturalmente. Nesse processo, também são desenvolvidos alguns tecidos importantes.

Por fim, o dente é removido e, após três meses, foi implantado no lugar da córnea de Ings. Depois de recuperado, o idoso comemorou o sucesso da cirurgia e mostrou-se feliz por voltar a enxergar. Otimistas, os médicos acreditam que mais pessoas possam ser beneficiadas pelo tratamento no futuro.

www.terra.com.br