terça-feira, 14 de março de 2017

Tráfico tinha R$ 12 milhões para comprar mais armas.

Dinheiro em moeda estrangeira estava dentro de dois carros roubados na 
Favela do Caju. Cédulas de bolívares venezuelanos irão para o Tesouro Nacional.


Dinheiro equivale a R$ 12 milhões
GUILHERME SANTOS

Rio - Policiais apreenderam aproximadamente 40 milhões de bolívares venezuelanos, o que equivale a cerca de R$ 12.600.000,00 que estava com traficantes da Favela do Caju, na Zona Portuária. Após receber denúncia anônima de que bandidos estariam com uma grande quantidade de dinheiro em moeda estrangeira, agentes da 17ª DP (São Cristóvão) foram à comunidade. A fortuna seria usada, provavelmente, para comprar armas no país vizinho, que faz fronteira com Roraima, no Norte do Brasil. De acordo com o delegado André Neves, que coordenou a ação, as malas abarrotadas de cédulas estavam dentro de dois carros roubados. Ninguém foi preso.

Ainda segundo André Neves, traficantes ligados à facção criminosa Amigos dos Amigos (ADA) trocaram tiros com os agentes e conseguiram fugir, deixando o dinheiro. Ninguém ficou ferido. A equipe da 17ª DP teve o apoio da Coordenadoria de Recursos Especiais (Core) da Polícia Civil.

“Estamos investigando a quadrilha que atua na região desde a nossa chegada aqui (na 17ª DP)”, frisou o delegado, que vai apurar como o dinheiro venezuelano foi trazido para o Brasil. Os dois carros foram levados para o Pátio Legal. As cédulas de bolívares venezuelanos vão para o Tesouro Nacional. Dois carregadores de pistola 9 milímetros foram apreendidos. “Há uma rota especifica de compras de armamentos da Venezuela, principalmente de fuzis AK-47”, disse o delegado André Neves.

http://odia.ig.com.br