quinta-feira, 23 de março de 2017

Reação de Cunha se continuar preso é imprevisível, dizem advogados à colunista: "ele vai surtar".

Cunha passou a apostar todas as suas fichas no julgamento 
do STF, informa colunista Mônica Bergamo, da Folha.


POR LARA RIZÉRIO

SÃO PAULO - O ex-presidente da Câmara dos Deputados Eduardo Cunha, preso desde outubro do ano passado no âmbito da Operação Lava Jato, passou a apostar todas as suas fichas no julgamento no STF (Supremo Tribunal Federal) do habeas corpus em que pede para ser libertado, informa a coluna de Mônica Bergamo, da Folha de S. Paulo, citando advogados que atuam no caso. De acordo com os defensores, caso Cunha perca, a reação é considerada imprevisível. "Se perder e continuar preso, ele vai surtar", disse um interlocutor de Cunha na área jurídica, afirmando que a expectativa do ex-deputado sobre o Supremo é muito positiva.

Na última terça-feira, o STJ ( Superior Tribunal de Justiça) negou mais um pedido de habeas corpus do ex-deputado por 5 votos a 0. Esta não é a primeira vez que é negada uma solicitação de liberdade feita pelo ex-deputado. No mês passado, a maioria dos ministros do Supremo Tribunal Federal decidiu manter a prisão de Cunha alegando que não houve ilegalidade na decisão do juiz Sérgio Moro, responsável pelos processos da Operação Lava Jato na Justiça Federal.

http://www.infomoney.com.br