quinta-feira, 2 de março de 2017

A quem interessa os vazamentos seletivos do depoimento de Marcelo Odebrecht?

Na quarta, o 'JB' já defendia que o conteúdo fosse divulgado na íntegra, para impedir incertezas.


Trechos do depoimento de Marcelo Odebrecht vazaram.
Jornal do Brasil

O depoimento do empresário Marcelo Odebrecht ao ministro do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Herman Benjamin, na quarta-feira (1), no âmbito das investigações sobre irregularidades na campanha da chapa Dilma-Temer, estava cercado de segurança. Nem a equipe técnica da gravação pôde ficar na sala destinada ao depoimento. Havia ordens expressas da Procuradoria-Geral da República e do TSE para que as informações ficassem em absoluto sigilo. Mesmo assim, horas depois do término, todos os veículos de comunicação estampavam trechos do que foi dito por Marcelo Odebrecht. Na quarta-feira (1), o Jornal do Brasil já defendia que o depoimento fosse divulgado na sua íntegra, justamente para que não pairassem incertezas sobre os fatos. Afinal, a quem interessa o sigilo? E a quem interessa os vazamentos?

O vazamento do depoimento que pode fragilizar ainda mais as instituições do país só prejudica o andamento das investigações, e coloca em xeque a veracidade dos fatos. Afinal, é verdade ou mentira o que vazou? Quais providências serão tomadas? Como uma ordem expressa da PGR e do TSE pode ser desrespeitada com tanta facilidade, e sem consequências? Como fica o país diante da sequência interminável de vazamentos que só servem para colocar mais dúvidas sobre os fatos e para municiar a quem interessa que a verdade continue escondida?

No momento de extrema fragilidade em que o país se encontra, a verdade é o único remédio para estancar o caos.

http://www.jb.com.br