quinta-feira, 9 de fevereiro de 2017

Rio Ônibus afirma que mais de 4 mil ônibus precisam ser ainda refrigerados

Prefeitura não cumpriu meta de climatizar toda frota. Município terá 
que apresentar um cronograma de urgência no próximo dia 22.


Prefeitura não cumpriu meta de climatizar 100% 
da frota de ônibus até dezembro de 2016.
GUSTAVO RIBEIRO

Rio - A Prefeitura do Rio não apresentou o cronograma para concluir a climatização da frota de ônibus da cidade em audiência de conciliação, instrução e julgamento realizada na quarta-feira com o Ministério Público Estadual. A divulgação de um calendário foi determinada pela juíza Luciana Losada Albuquerque Lopes em 18 de janeiro, após o não cumprimento da meta até 31 de dezembro de 2016. Representantes do município informaram, no entanto, que receberam ofício das empresas de ônibus solicitando a prorrogação do prazo por mais três anos. A juíza Luciana Losada, da 8ª Vara de Fazenda Pública, negou a proposta do Rio Ônibus (sindicato que representa as empresas) e definiu nova data para a prefeitura apresentar um cronograma de urgência: 22 de fevereiro. Segundo a Justiça, a prefeitura alegou que ainda não obteve os dados necessários à formulação do cronograma. A completa renovação da frota com ar-condicionado foi prometida pela gestão do ex-prefeito Eduardo Paes em acordo firmado com o MP em 2014.


Por conta da nova gestão na prefeitura e da ausência de dados necessários à apresentação de cronograma[...], a juíza designou que a audiência tenha continuidade no próximo dia 22, às 16:00hs., [...]. A multa já estipulada à prefeitura, de R$ 20.000,00 por ônibus não climatizado, poderá ser majorada se o cronograma não for apresentado. Os dados devem ser encaminhados pelo município ao MP em até 48 horas antes da audiência.

A Secretaria Municipal de Transportes (SMTR) alega que tinha sido intimada a apresentar na quarta-feira apenas número da frota a ser climatizada (4.198 ônibus, segundo a pasta), e não um cronograma. O órgão ressalta que a determinação foi cumprida e que está trabalhando para divulgar um novo calendário na próxima audiência. Segundo a pasta, há 8.158 ônibus licenciados a rodar, sendo 3.960 (48%) com ar. O Rio Ônibus afirma que cabe à SMTR divulgar os dados que foram fornecidos a ela. De acordo com o promotor Marcus Leal, os antigos e atuais gestores do município poderão ser responsabilizados criminalmente se for comprovada omissão de responsabilidade no cumprimento do acordo.

Cariocas se decepcionam
Na audiência, foram apresentados dados da frota climatizada por consórcio. Segundo informações repassadas à SMTR pelo Rio Ônibus, o Internorte tem 36,38% dos ônibus com ar; o Intersul, 43%; o Transcarioca, 50%, e o Santa Cruz, 56%. Nos reajustes tarifários de 2015 e 2016, a gestão anterior acrescentou R$ 0,058 e R$ 0,04 nas passagens, para que as empresas atingissem 100% da meta de refrigeração.

Cariocas ficaram decepcionados ao saber da nova proposta . “O que a gente pode fazer? Só espero que não aumente a passagem no decorrer desse tempo”, disse a professora Rosilene Rosário, de 50 anos. “O dinheiro público é nosso. A punição tinha que ser para os políticos e as empresas”, opinou o assistente administrativo Douglas Frederico Campos, 27.

http://odia.ig.com.br