quarta-feira, 4 de janeiro de 2017

Serial killer Charles Manson é internado em estado grave

Manson foi condenado por chacina em 1969, quando a atriz Sharon Tate foi morta.


Agência ANSA

O serial killer e líder de uma seita satânica que matou dezenas de pessoas nos Estados Unidos na década de 1960, Charles Manson, foi internado na noite de terça-feira (3), informaram os portais "TMZ" e "Los Angeles Times". Segundo as informações dos veículos, Manson, que tem 82 anos, estaria em estado grave. Nesta quarta-feira (4), o porta-voz do sistema carcerário norte-americano, Terry Thornton, se limitou a dizer que o assassino "ainda está vivo" e que permanece na prisão estadual de Corcoran. O representante destacou que há leis federais que impedem a divulgação de informações sobre o estado de saúde de pessoas detidas. No entanto, três furgões do Departamento Prisional da Califórnia foram vistas em frente ao Mercy Hospital de Bakersfield, onde comumente são internados os presidiários que possuem doenças graves.


Manson foi condenado por ser o responsável pela chamada chacina de Bel Air, em agosto de 1969, na Califórnia, em que foram mortos a atriz Sharon Tate, que estava grávida de oito meses do diretor Roman Polanski, e outras quatro pessoas. No dia seguinte, o grupo matou mais um casal. O norte-americano havia sido condenado à pena de morte em 1971, mas a condenação foi revertida para prisão perpétua. Ele já teve por 12 vezes sua liberdade condicional negada pelas autoridades.

(ANSA)
http://www.jb.com.br/