terça-feira, 24 de janeiro de 2017

Áudio de avião que levava Teori não indica falha em aeronave

De acordo com a 'Folha', piloto disse que esperaria a chuva diminuir antes de 
pousar. Ele pode ter perdido o controle da aeronave antes da queda no mar.


Equipes fazem buscas após acidente aéreo de avião prefixo PR-SOM, modelo Hawker Beechcraft King Air C90, em Paraty, no litoral sul do Rio, na manhã de sexta-feira (20). O ministro do STF, Teori Zavascki, relator da Lava Jato, morreu no acidente.
Por Da redação

Gravação de áudio recuperada do avião que caiu no mar de Paraty (RJ) matando o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Teori Zavascki aponta que não houve relato por parte do piloto de problemas na aeronave antes do acidente da semana passada, de acordo com peritos da Aeronáutica, informa o jornal Folha de S.Paulo na terça-feira.


De acordo com o jornal, os registros da cabine do avião King Air teriam captado conversas do piloto da aeronave com outros pilotos que voavam pela região, nas quais ele disse que esperaria a chuva diminuir antes de pousar. Pouco depois a gravação teria sido interrompida, de acordo com análises preliminares, reporta a Folha.

Técnicos do Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Cenipa) avaliam preliminarmente, de acordo com o jornal, que o piloto pode ter perdido o controle da aeronave antes da queda no mar. Ainda segundo a Folha, o áudio não explica exatamente o que aconteceu e a investigação depende também de outros fatores para esclarecer o motivo da queda.

http://veja.abril.com.br/