quinta-feira, 15 de setembro de 2016

Crivella derruba rejeição e sobe em pesquisa no Rio

Senador lidera a pesquisa Ibope com 31% das intenções de 
voto; cinco candidatos estão empatados em segundo lugar.


Por Luisa Bustamante

Candidato do PRB à prefeitura do Rio, Marcelo Crivella cresceu nas pesquisas e começa a se consolidar como favorito para disputar o segundo turno nas eleições municipais. Segundo a última sondagem IBOPE divulgada na quarta-feira (14), o senador subiu de 27% para 31% suas intenções de voto e derrubou seu índice de rejeição em 11 pontos percentuais, caindo de 35% para 24%. Abaixo de Crivella estão tecnicamente empatados em segundo lugar cinco candidatos: Marcelo Freixo (PSOL) e Pedro Paulo (PMDB), com 9% ; Flávio Bolsonaro (PSC) e Jandira Feghali (PCdoB), com 8%; e Indio da Costa (PSD), com 7%. Carlos Roberto Osório (PSDB), tem 3% e Alessandro Molon (Rede), 1%.

Três candidatos podem comemorar o resultado de quarta na comparação com a última pesquisa Ibope divulgada em agosto: Indio, que tinha 5% das intenções de votos, e Jandira e Pedro Paulo, antes detentores de 6%. O peemedebista, no entanto, foi o único entre os três que aumentou seu índice de rejeição – subiu de de 33% para 36%. Já Freixo e Bolsonaro tem o que lamentar. Ambos tiveram queda de três pontos percentuais na comparação com o levantamento registrado anteriormente. Na pesquisa, o percentual de eleitores que não sabe em quem votaria ou não respondeu foi de 4%; 14% afirmaram que votariam em branco ou anulariam o voto. O IBOPE ouviu 1001 pessoas entre os dias 12 e 13 de setembro. A margem de erro é de 3 pontos percentuais para mais ou para menos.

O Ibope também simulou como seria um segundo turno entre os três candidatos que tiveram mais intenções de voto em agosto. Se disputasse contra Freixo, Crivella venceria a disputa por 52% a 26%. Caso o enfrentamento opusesse o senador e Bolsonaro, a vitória seria de 54% a 20%. Caso Freixo e Bolsonaro disputassem o segundo turno, o psolista venceria as eleições com 37% dos votos contra 20% do rival.

O Ibope também perguntou como o eleitor enxerga a gestão do prefeito Eduardo Paes (PMDB). Na pesquisa, 27% avaliaram a administração do peemedebista como ótima ou boa; 38%, regular; e 34, ruim ou péssima.

http://veja.abril.com.br/