segunda-feira, 19 de setembro de 2016

Corintiano é espancado até a morte em São Paulo

Vítima foi agredida com barras de ferro. Polícia investiga.


Daniel Jones Veloso foi agredido com barras de ferro.
O DIA

São Paulo - Daniel Jones Veloso, de 22 anos, morreu após ser agredido por um grupo armado com barras de ferro na madrugada de ontem em Itapevi, Grande São Paulo. Integrante da torcida organizada Gaviões da Fiel, do Corinthians, a vítima caminhava com a namorada em uma rua quando foi abordada por homens em motos e carros, segundo a polícia. A principal hipótese é de que ele tenha sido agredido por torcedores palmeirenses. Entretanto, a Delegacia de Polícia de Itapevi diz ainda não ter garantia de que o homicídio aconteceu devido a uma emboscada de torcedores rivais. Segundo testemunhas, Daniel foi agredido até a morte em uma praça pública. Em depoimento, a namorada dele disse ter fugido e visto Daniel sendo agredido. Em seguida, ele foi levado ao Hospital Geral de Itapevi, mas não resistiu aos ferimentos. No local do crime, guardas municipais encontraram duas barras de ferro utilizadas pelos criminosos. Os objetos serão periciados.

A vítima tinha ido à Arena Corinthians para assistir ao clássico contra o Palmeiras, na tarde de sábado, em confronto válido pelo Campeonato Brasileiro. O jogo foi disputado com apenas uma torcida, medida adotada desde abril, por determinação da Secretaria de Segurança Pública de São Paulo e do Ministério Público. Aliás, a decisão foi tomada justamente após confrontos entre palmeirenses e corintianos. Ainda de acordo com a investigação, Daniel foi abordado quando voltava para casa. Corintiano fanático, Daniel tinha várias tatuagens alusivas ao clube. Em sua página no Facebook, a Gaviões da Fiel lamentou a morte.

http://odia.ig.com.br/