sábado, 6 de agosto de 2016

Protesto termina em confusão na Tijuca

Manifestantes fizeram ato contra Olimpíada e o presidente 
em exercício, Michel Temer, na tarde de sexta-feira.


Protesto terminou em confusão na Praça Afonso Pena, 
na Tijuca, Zona Norte, nesta sexta-feira.
O DIA

Rio - Um ato contra os Jogos Olímpicos e o presidente em exercício, Michel Temer (PMDB), terminou em confusão, na sexta-feira, na Tijuca, na Zona Norte. De acordo com testemunhas, policiais militares soltaram gás de efeito moral para dispersar um tumulto na Praça Afonso Pena, por volta das 18:30hs. Segundo informações da PM, uma pessoa foi detida durante o ato e o Batalhão de Polícia de Choque (BPChoque) precisou conter a confusão no local. Os dois acessos da estação de metrô foram fechados por segurança durante 40 minutos. O tumulto foi registrado por internautas nas redes sociais e também pelo vereador Renato Cinco (Psol). Em transmissão ao vivo no Facebook, o parlamentar disse que estava voltando para casa quando viu que tinha começado a confusão. "Começou uma correria aqui e teve até gás de pimenta", disse.

Mais cedo, uma padaria na Rua Carmela Dutra, na Saens Pena, foi depredada por alguns manifestantes. A passeata começou por volta das 16:00hs. Centenas de pessoas foram às ruas do bairro protestar contra a Olimpíada e o presidente em exercício, Michel Temer. Em algumas faixas, era possível ver a mensagem: "Rio 2016: Jogos da Exclusão".

http://odia.ig.com.br/