domingo, 7 de agosto de 2016

Brasil goleia a Suécia por 5 a 1 e garante a classificação no futebol feminino

Seleção teve grande atuação e deu mais um show nos Jogos.


Brasil passou fácil pela Suécia.
O DIA

Rio - As meninas do Brasil estão ensinando para os meninos a como se comportar disputando uma Olimpíada em casa. Com sede de ouro, elas atropelaram a Suécia com o placar de 5 a 1, no Engenhão e garantiram a classificação para as quartas de final. A postura em campo deixou claro que, para tirarem a inédita medalha de campeã olímpica do Brasil, terão que cortar um dobrado. Procurando o gol desde o primeiro minuto, a equipe do técnico Vadão encurralou as suecas e os gols foram saindo naturalmente. Aos 20, Beatriz marcou o primeiro, aproveitando a indecisão da zagueira e da goleira. Quatro minutos depois, Fabiana achou Marta, que cruzou rasteiro para Cristiane, de letra, ampliar. Antes do intervalo, a camisa 10 desencantou. Ela lançou para Cris, que foi derrubada dentro da área. Pênalti cobrado com muita categoria no canto esquerdo.

Com a vitória construída na primeira etapa, o Brasil voltou para a segunda metade da partida com o freio de mão puxado e administrou o placar, mas Marta e Bia queriam mais. Aos 35, a capitã marcou mais um e, cinco minutos depois, Beatriz fez o quinto. Quase no fim, Schelin marcou o de honra das suecas. A alegria pela vitória e o encaminhamento da classificação só não foi completa porque Cristiane, uma das referências da Seleção, e maior artilheira da história da Olimpíada com 14 gols, sentiu a coxa e teve que ser substituída por Débora. As meninas voltam a campo terça, em Manaus, contra a África do Sul.

FICHA TÉCNICA
BRASIL 5x1 SUÉCIA
Estádio: Engenhão
Árbitra: Lucila Venegas (México)
Gols: Beatriz (Brasil, aos 20' do 1ºT e 40' do 2ºT), Cristiane (Brasil, 24' do 1ºT), Marta (Brasil, 44' do 1ºT e 35' do 2ºT) e Schelin (Suécia, aos 43 do 2ºT)
Cartões Amarelo: Asllani e Ericsson (Suécia)
Cartões Vermelhos:

BRASIL: Bárbara; Fabiana (Poliana), Rafaelle, Mônica e Tamires;Thaísa, Formiga (Andressinha), Marta e Alessandra Alves; Cristiane (Débora) e Beatriz; Técnico: Vadão

SUÉCIA: Lindahl; Rubensson, Berglund, Fischer e Ericsson (Andersson); Dahlkvist, Seger e Asllani (Appelqvist); Jakobsson, Scelin e Rolfö (Schough); Técnica: Pia Sundhage

http://odia.ig.com.br/