quinta-feira, 4 de agosto de 2016

Bope é acionado para localizar turistas suecos no Complexo do Lins

Motorista do Uber contou que três homens armados levaram 
trio para dentro da comunidade no fim da tarde de quarta.


O DIA

Rio - O Batalhão de Operações Especiais (Bope) foi acionado, no início da noite de quarta-feira, para localizar três turistas suecos, no Complexo do Lins, na Zona Norte. De acordo com as primeiras informações, eles teriam sido sequestrados por bandidos armados, na comunidade Cachoeira Grande. No entanto, o caso já recebeu diversas versões. O trio já está em um hotel, na Rua do Senado, no Centro. Motorista de um carro do Uber, Renato, de 38 anos, explicou que levava os turistas de Jacarepaguá em direção ao hotel. Ele disse que, no momento em que passavam pela Autoestrada Grajaú-Jacarepaguá, um dos passageiros resolveu descer do veículo e tirar fotos da comunidade.

Renato contou que três homens armados abordaram o turista, perguntaram o que ele estava fazendo ali e pediram para todos os outros saírem do carro. Depois, os suspeitos teriam levado o grupo para dentro da favela. O motorista disse que foi até a delegacia, mas, ao chegar com os agentes no local, os turistas já tinham saído da comunidade e relataram que estavam bem, que não tinham sido agredidos e nem roubados.

A Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) confirmou que um motorista do Uber foi até a 25ª DP (Engenho Novo) para avisar aos policiais que os turistas tinham sido levados para dentro do Complexo do Lins por um homem armado. De acordo com a UPP, o Bope chegou a ser acionado, mas a Polícia Civil verificou que o grupo já estava no hotel e que, na verdade, tinha se perdido e recebido ajuda dos moradores para retornar ao local onde estão hospedados.

Por volta das 21:30hs., agentes da Delegacia Especial de Atendimento ao Turista (Deat) foram até o hotel conversar com o trio. Além disso, representantes do Itamaraty também iriam até o local.

http://odia.ig.com.br/