sexta-feira, 15 de julho de 2016

Primeiro-ministro afirma que há tentativa de golpe militar na Turquia

Aviões sobrevoam Ancara e tanques vigiam aeroporto de Istambul. Primeiro-ministro diz que tentativa é de parte dos militares do país.


Oficiais de polícia estão próximos do quartel-general 
militar da Turquia, em Ancara.
Do G1, em São Paulo

O primeiro-ministro da Turquia, Binali Yildirim, afirmou nesta sexta-feira (15) que o país sofreu uma tentativa de golpe militar. Yildirim disse à emissora local NTV que a ação está sendo levada a cabo por um grupo de militares "fora da cadeia de comando", segundo a Reuters. Ele afirmou que os responsáveis vão pagar "um alto preço".  O primeiro-ministro afirmou ainda que forças de segurança estão fazendo o necessário para resolver a situação e que nada vai ameaçar a democracia turca. Ele pediu calma. “O governo eleito pelo povo continua no comando. Esse governo só sairá quando o povo disser”, disse. A CNN turca afirma que o presidente Tayyip Erdogan está a salvo. A emissora diz ainda que reféns foram tomados em quartéis militares de Ancara.


Agentes de segurança da Turquia detêm policiais ao lado da estrada, em Istambul

Aviões e helicópteros militares estão sobrevoando a capital, Ancara afirma a AFP. Testemunhas relataram à agência Reuters que houve um tiroteio na cidade. Segundo o jornal turco "Hurriyet", a polícia de Ancara convocou todo o pessoal em serviço. Em Istambul, forças de segurança fecharam parcialmente as pontes do rio Bósforo. As duas pontes do rio foram fechadas pela divisão do exército turco encarregada da segurança interna. A NTV mostrou também imagens de tanques na entrada do aeroporto de Istambul.

http://g1.globo.com/