terça-feira, 26 de julho de 2016

Em primeiro dia de cobrança, VLT sai de funcionamento

O motivo seria uma queda de energia.


Jornal do Brasil

O veículo leve sobre os trilhos (VLT), que faz seu percurso pelo Centro da cidade, desde o Aeroporto Santos Dumont até a Rodoviária, parou de funcionar por volta de 12:00hs., dessa terça-feira (26), no seu primeiro dia de cobrança de R$ 3,80 e a pouco mais de uma semana do início dos Jogos Rio 2016. O motivo, segundo os funcionários do VLT, foi uma queda de energia no sistema. As pessoas que compraram ingresso e estavam dentro do veículo tiveram que sair. Elas tinham a opção de esperar por 30 minutos pela volta do funcionamento ou se dirigir, mais tarde, a algum posto para verificar o que poderia ser feito com o bilhete comprado.


O veículo parou um pouco depois do cruzamento com as avenidas Presidente Vargas e a Rio Branco. Ali, a população, em sua grande maioria turista, saiu reclamando e assustada. Lucia Costa, de 60 anos, é aposentada de Recife, e estava indo para a Praça Mauá com a sua família: "O VLT ia me deixar bem lá na Praça Mauá. Agora, pelo que entendi, tenho que ir andando ou posso esperar 30 minutos para ver se resolvem o problema. Mas não tem como, tenho horário para chegar no meu destino." As pessoas que passavam e viam o VLT parado e desligado tiravam fotos, gravavam vídeos e protestavam questionando: "Tô pagando por isso? Melhor ter ficado de graça". Outras alertavam para a proximidade das Olimpíadas: "A uma semana das Olimpíadas o VLT para? Olha aí, prefeito."


Não é a primeira vez que o veículo para. No primeiro dia útil após seu lançamento, no dia 6 de junho, o transporte saiu de funcionamento, mais uma vez por queda de energia.

http://www.jb.com.br/