domingo, 26 de junho de 2016

Médica é morta a tiros na Linha Vermelha

Diretora da Clínica da Família de Vila Cava ela foi abordada 
por criminosos e atingida por ao menos um tiro na cabeça.


Foto: Reprodução Facebook
O DIA

Rio - Uma médica foi baleada durante tentativa de assalto, na Pavuna, na Zona Norte do Rio na noite deste sábado. Giselle Palhares Gouvêa, de 34 anos, morreu, no Hospital Estadual Adão Pereira Nunes, no bairro Saracuruna, em Duque de Caxias, na Baixada Fluminense. Ele teria sido atingida por ao menos um tiro na cabeça. Segundo as primeiras informações, a médica voltava da inauguração do Centro de Acolhimento ao Deficiente (CAD), em Nova Iguaçu, também na Baixada, quando, no acesso para a Linha Vermelha, no sentido Centro foi abordada pelos criminosos.

A vítima que era diretora da Clínica da Família de Vila Cava foi socorrida em seu no Land Rover, com duas marcas de tiros. Ela foi socorrida por uma ambulância do Corpo de Bombeiros e levada para a unidade de saúde, mas não resistiu aos ferimentos.

http://odia.ig.com.br/