quarta-feira, 11 de maio de 2016

Início do VLT vai ser gratuito por 40 dias

Operação com passageiros começa, dia 22, com apenas 
3 horas diárias, da Praça Mauá ao Santos Dumont.


O primeiro trecho do VLT, liga a Rodoviária ao aeroporto Santos Dumont.
GUSTAVO RIBEIRO

Rio - O embarque no Veículo Leve sobre Trilhos será gratuito nos primeiros 40 dias após a inauguração do transporte no Centro, anunciada para 22 de maio. A operação com passageiros vai começar com dois trens em um período reduzido de três horas diárias na primeira semana — das 12h às 15h, de segunda a sexta-feira — e será ampliada aos poucos. Batedores da CET-Rio acompanharão os VLTs inicialmente para alertar pedestres desatentos e evitar acidentes.

A espera pelo bonde moderno vai chegar a 30 minutos em cada sentido até o final de junho, e a 15 minutos a partir de 1º julho, quando a tarifa de R$ 3,80 começará a ser cobrada. Cada passageiro terá de validar os bilhetes eletrônicos por iniciativa própria. Quem for pego sem pagar será multado em R$ 170.

A primeira linha, entre a Rodoviária Novo Rio e o Aeroporto Santos Dumont, será implantada em oito fases, até 1º de agosto, para que a população se acostume com a novidade, informou ontem o secretário municipal de Transportes, Rafael Picciani. A primeira fase vai começar em um trecho mais curto, entre a Parada dos Museus (na Praça Mauá) e o aeroporto. A partir da terceira fase, a viagem será iniciada na Parada dos Navios (ao lado do Porto do Rio). Os horários de funcionamento também serão ampliados a cada etapa, que devem ser implantadas semanalmente, em média.

A linha só será toda aberta entre a Praia Formosa — na região da rodoviária — e o Santos Dumont em 1º de julho, com trens circulando das 9h às 17h, inclusive aos fins de semana. A partir de 1º de agosto, o funcionamento passará a ser das 6h à meia-noite. A ideia da prefeitura era que o VLT funcionasse 24 horas por dia, sete dias da semana, na Olimpíada, mas isso só deverá ocorrer no segundo semestre.


Confira as linhas.

Uma linha extra, que existirá do início de agosto até o fim da Olimpíada, nos horários de pico, será criada entre a Parada dos Navios e o aeroporto, visando principalmente aos turistas. Haverá, então, cinco trens circulando na linha permanente, e três, nessa especial. Mudanças definitivas nos sentidos de várias vias do Centro, alterando também roteiros de 180 linhas de ônibus, serão executadas nos dois próximos sábados. A partir do dia 14, será liberada a circulação de carros em duas faixas da Rio Branco. Ruas como da Carioca, Assembleia, Araújo Porto Alegre terão sentido invertido.

http://odia.ig.com.br/