sexta-feira, 8 de abril de 2016

Estado tem sete mortes por H1N1

Secretaria de Saúde quer antecipar a vacinação marcada 
para dia 30 a fim de conter o avanço da doença.


Foto: Arte / O Dia
O DIA

Rio - Se pessoas já morreram por conta da gripe H1N1 no Estado do Rio este ano, segundo o último boletim divulgado ontem pela Secretaria Estadual de Saúde. Até quarta-feira, o balanço indicava dois óbitos e cinco pessoas infectadas pelo vírus Influenza A. Ao todo há 12 casos confirmados da doença — cinco pacientes estão curados. Por causa do avanço da enfermidade, a secretaria tenta antecipar a entrega dos lotes de vacinas aos postos para iniciar a vacinação antes do dia 30. A campanha irá até 20 de maio. As mortes ocorreram em cidades do Médio Paraíba, da Região Centro-Sul do Estado e da Região Metropolitana. O surto da gripe H1N1 no país também fez o Ministério da Saúde dobrar o pedido do medicamento oseltamivir (Tamiflu) que deve ser tomado em até 48 horas, após o surgimento dos sintomas. A intenção é tratar 2.500.000 pessoas infectadas pelo vírus até o fim do ano. Será o maior número de pacientes tratados no país desde a pandemia da doença, em 2009.

Um levantamento feito pelo governo de São Paulo revelou que nenhuma das pessoas que morreram da doença tomou o Tamiflu, no prazo recomendado. O remédio ameniza os efeitos da doença que é transmitida pelo contato direto (ao falar, espirrar, tossir ou beijar) ou indireto (pelas mãos) com as secreções das vias respiratórias de uma pessoa contaminada pelo vírus. A informação, fornecida pela secretaria, tem como base exames laboratoriais, e mostra uma grande diferença em relação a 2015, quando não houve nenhum caso confirmado. Por falta da confirmação por exame, muitas pessoas que tiveram a doença não entraram nas estatísticas oficiais. É o caso do empresário Paulo Roque. “Fiquei uma semana doente. Com febre, diarreia, dor no corpo, nos olhos, dores abdominais. Um mal-estar tremendo e muita indisposição”, conta. A filha dele, Paola Garcia, também contraiu o vírus, que é transmitido por meios parecidos ao da gripe comum.

Com a procura pela vacina, uma concessionária de São Paulo ofereceu vacinação gratuita para clientes que possuem um BMW. A imunização para todos os proprietários será feita amanhã na própria loja.

http://odia.ig.com.br/