quinta-feira, 31 de março de 2016

FALANDO COMO SE JÁ FOSSE PRESIDENTE, TEMER PROMETE NÃO PARAR A LAVA JATO.




247 – Falando como se já fosse presidente da República, o vice, Michel Temer (PMDB), negou nesta tarde pelo Twitter que interferiria em investigações em curso, conforme vem sendo acusado. Parlamentares da base governista têm acusado a aliança PMDB-PSDB para derrubar a presidente Dilma de querer acabar com a Operação Lava Jato. "Dizer que eu poderia interferir em processo judicial, levado adiante em função da posição do Ministério Público: isso jamais eu faria. No país, cada um cumpre a sua função. Tenho salientado que nós do Executivo, Legislativo e Judiciário somos apenas exercentes do poder", postou Temer, que insistiu no rompimento do PMDB para romper com o governo Dilma, posição oficializada na última terça-feira. "Registro com muita ênfase que sou muito atento à institucionalidade e, portanto, jamais haveria de influenciar outro poder", continuou o vice-presidente.

Ele negou também que esteja negociando cargos de um eventual governo. Recentemente, ele foi acusado pelo vice-líder do governo na Câmara, Silvio Costa (PTB-PE), de já prometer presidências de bancos estatais e até diretorias da Petrobras. Notícias sobre possíveis negociações de Temer também saíram em diversos veículos da imprensa. "Outro registro que quero fazer é que eu já estaria negociando cargos, recebendo parlamentares e partidos para fazer negociação de cargos. Sou muito procurado mas não trato desse assunto. Não trato sequer do assunto do que possa ou não possa acontecer", escreveu Michel Temer.

http://www.brasil247.com/